teste

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Do "Por Quê?"

Elvis não morreu. Encontrei-o no Senado ontem.
Convidei-o para tomar uma cachaça. É difícil de acreditar, mas ele recusou. Não bebe nem cheira mais. Virou especialista em contabilidade. Acompanhou-me ao bar e pediu um copo de água sem gelo. Elvis me garantiu:
— É possível afirmar, com convicção, que inexiste déficit da Previdência Social ou da Seguridade Social.
Explicou-me que quando o Tribunal de Contas da União (TCU), usando metodologia reconhecida, aponta um déficit de 226 bilhões de reais em 2016, está apresentando apenas uma abstração.
— Você já viu 226 bilhões de reais? Lembra o apartamento do Geddel? Eram malas e malas e só tinha uns 50 milhões. Atenção: milhões, não bilhões. Estou lhe dizendo: não existem 226 bilhões de reais. Nem você nem ninguém vai me provar o contrário.
Achei que fazia sentido. Eu, por exemplo, nunca vi mais do que 20 mil reais na minha conta… E isso foi quando recebi a herança da tia Cotinha, que Deus a tenha.
Mas fiquei intrigado. Por que então o governo, a imprensa, o TCU, as instituições internacionais, praticamente todos os economistas batem na tecla da necessidade de reformar a Previdência?
Já ouvi por aí que o gasto da Previdência estaria crescendo e iria sufocar outras despesas. E que o Brasil gasta com Previdência o mesmo que países muito mais velhos.
Elvis explicou-me:
— Conspiração! São as mesmas pessoas que insistem que eu morri. Não sei as intenções… Talvez queiram vender planos de Previdência privada! O boato de meu passamento foi para vender seguros de vida… Aumenta 10% a venda de apólices sempre que a mídia sugere que não estou vivo!
É um ângulo interessante. Faz algum sentido.
— Os poderosos querem fazer as pessoas acreditarem que a morte é inevitável. É uma mentira milenar! Sustenta igrejas, especuladores de terras, cemitérios. A indústria de caixões movimenta bilhões de dólares todo ano. E olha eu aqui, 82 anos, mesma aparência que tinha em 1960! Eu disse “não” aos mentirosos e aqui estou.
Entendi, pela primeira vez em minha vida: a morte não é inevitável. Basta olhá-la nos olhos e dizer “você não existe”. Aos alarmistas de sempre: o déficit da Previdência não existe.
Lembrei-me das minhas aulas de sociologia. O déficit é uma construção social, como a aritmética. Certamente não foi criado para melhorar a vida das pessoas – ao contrário! Quais os interesses escondidos? Dominação por extraterrestres? Ou meramente eles… os ianques!?
Eu sei que você não deve estar acreditando em mim. Negar o déficit da Previdência parece algo absurdo. Afinal, a aritmética não nega. É também um erro arriscado. Já vimos como o Rio de Janeiro está sofrendo em grande parte por causa dos custos da aposentadoria dos servidores lá. Ok, admito, não vou insistir em convencê-los de que o déficit não existe.
Mas que eu encontrei o Elvis… juro que encontrei.

Reações:

31 comentários:

Excelente texto! Resta rir destes absurdos propagandeados por ai.

O cara é graduado em engenharia elétrica. Imagine calculando a primeira e segunda derivada?

Paraná, talvez, seja o melhor exemplo que o Rio, foi feita uma reforma para arrumar as contas pelo menos para parte do funcionalismo, arrumado o caixa e o fluxo, do fundo previdenciário, ficou o deficit do financeiro e militar, o que fez o governador quando viu aquele fundo saneado, passou todos do financeiro para previdenciário e diz que 2021 terá aportes, link abaixo:
http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2015/04/mudanca-na-paranaprevidencia-motiva-protestos-no-pr-entenda.html

Eu tenho dúvidas se acertada a situação da ponta vulgo celetista, se não criaram mais vantagens, só ver que os benefícios em tempos de crise pularem de 12 bi para 16 bi, isso de 2015 a 2016, o custo Temer já é de 32 bi só em emendas parlamentares para continuar.

Vejo o mercado muito otimista com a atual equipe econômica, mas não adianta nada arrumar a previdência se o saldo dela tiver nas mãos em governantes que tem instrumentos de criar projetos sem viabilidade econômica como Angra 3 ou mais baratos dependendo do que se acredite ser viável:
http://www.correiocidadania.com.br/antigo/ed382/economia.htm
OBS: O texto é antigo só para não deixar ninguém nervoso, angra custará:
https://www.opovo.com.br/noticias/economia/ae/2017/06/para-concluir-angra-3-sao-necessarios-r-17-bilhoes.html

Sem um melhor controle e reforma administrativa, que no brasil é sinônimo de não fazer concursos apenas, nada de cortes em vantagens e cargos de chefia (que representam 1/3 dos custos do funcionalismo), a única saída é o Aeroporto para quem é jovem, por que só se irá exigir sacrifício e quando chegar a vez dele se aposentar, ele verá vários países passarem na frente do Brasil em termos de riquezas.

Eu gosto de ver a cara de pau das pessoas para usar os argumentos ao sabor das oportunidades.

Quando são os auditores da Receita explicando que o déficit da previdência na verdade não é isso que disseminam, eles são corporativistas pensando nos próprios interesses

Agora, quando é um banco que diz que há deficit, não se pode mencionar que o cara tem um conflito de interesse sobre o assunto.

Desqualificar o argumento do interlocutor pode num caso, mas não pode em outro

A Reforma da Previdência que precisamos é muito simples, pois se trata de um Reforma Moral. Se passarem alterações bem feitas nas aposentadorias de deputados, senadores e militares, será meio caminho andado. No caso dos militares, podia alterar também as regras de pensão.

porisso que digo e repito, esse voo de galinha vai terminar em acidente aéreo daqueles...

"Agora, quando é um banco que diz que há deficit, não se pode mencionar que o cara tem um conflito de interesse sobre o assunto."

É, são só os bancos que falam que há déficit. E os economistas (Paulo Tafbner, Fabio Giambiagi, Pedro Nery) que estudam o assunto. E o TCU. E o Ministério da Previdência. Todos com conflito de interesses...

Ah, VDMHDB...

"e passarem alterações bem feitas nas aposentadorias de deputados, senadores e militares, será meio caminho andado"

Os militares não foram incluídos. São responsáveis pela maior parte do déficit, mas não foram incluidos.
Enquanto isso tem dondocas de 50 aninhos recebendo contracheque de 5 digitos por ser filha de milico.. E vai seguir recebendo pois é vitalicio...

Não sei como a liga da justiça dos "bancos, giambiagis, TCU (poço de honestidade), Ministerio da Previdencia etc" não se revoltam com essa meia-entrada.

"Quando são os auditores da Receita explicando que o déficit da previdência na verdade não é isso que disseminam, eles são corporativistas pensando nos próprios interesses."

Não se desqualificam por causa disso. Em linhas breves, a ANFIP:
- Troca de assunto ao se concentrar na Seguridade;
- Soma receitas desvinculadas, embora a DRU não incida sobre contribuições previdenciárias;
- Exclui o Regime Próprio dos Servidores, como se o déficit do regime fosse pago com maná;
- E omite que, em que pesem todos efeitos especiais, encontrou um déficit da Seguridade em 2016.

Em outras palavras, a ANFIP é desonesta, quaisquer que sejam suas intenções.

alex, o que voce achau do ultimo artigo cometido pelo do barão de itararé?

"A Reforma da Previdência que precisamos é muito simples, pois se trata de um Reforma Moral".


Pra mim basta esse argumento, foda-se todos os números.

Déficit na previdência?
No texto “Previdência: muitos fatos e uma opinião”, o senhor conseguiu concluir que o RGPS é inviável economicamente, SEM, no entanto, considerar dois fatores: a receita e o tal “déficit atual da previdência”. Por que um Phd Berkeley ignoraria esses fatores? Por que um Phd Berkeley sabe que, pela Constituição, só pode haver déficit da Seguridade Social.

Déficit na Seguridade Social?
Imagino que a tal “metodologia reconhecida” do TCU seja o seguinte. O cidadão paga impostos para os gastos sociais (entre eles o RGPS). O governo inclui nesses gastos as despesas com o RPPS (que deveriam sair do orçamento), DESVIA 30% da receita (DRU) para pagar outras despesas e sai gritando junto com os economistas: o INSS faliu!

A CPI considerou 100% das receitas, a inadimplência e chegou ao superávit da seguridade social em sua série histórica, exceto em 2016.

E o senhor, em vez de contestar o cálculo da CPI com argumentos técnicos, escreve que o Elvis não morreu, mostrando que não é por acaso Phd Berkeley.

Afinal, não é fácil explicar, que o brasileiro vai abrir mão de um direito (não ter idade mínima), por que os 100% dos impostos pagos para o RGPS, são na realidade 70%, para poder pagar os banqueiros com os outros 30%.

“Os militares não foram incluídos. ”

Não foram porque se trata de reforma constitucional e a previdência militar não é matéria constitucional.

“Não sei como a liga da justiça dos "bancos, giambiagis, TCU (poço de honestidade), Ministerio da Previdencia etc" não se revoltam com essa meia-entrada.”

Talvez por deficiência cognitiva mesmo, pois este tema também foi considerado por todos especialistas em previdência. A única cura é estudo, mas não sei se vc qualifica para este tratamento

“A CPI considerou 100% das receitas, a inadimplência e chegou ao superávit da seguridade social em sua série histórica, exceto em 2016.”

Nem com toda ginástica contábil conseguiram inventar superávit em 2016

“E o senhor, em vez de contestar o cálculo da CPI com argumentos técnicos, escreve que o Elvis não morreu”

Só morreu para você, filho ingrato.

O senhor como judeu não se interessa em ajudar Bolsonaro uma vez que ele é pro Israel?

Bolsonaro está defendendo a independência do BC,e agora?

O senhor vai suavizar as suas críticas a Bolsonaro?No passado as suas críticas foram corretas, entretanto ele tem mudado de posição.
https://www.gazetainsurgente.com/single-post/2017/11/04/Bolsonaro-defende-independência-do-Banco-Central-1



"O senhor vai suavizar as suas críticas a Bolsonaro?No passado as suas críticas foram corretas, entretanto ele tem mudado de posição."

Se ele passar a pensar 100% como eu...

Olha a diferença de Bolsonaro para os outros politicos que queriam ser metidos a economista.:https://exame.abril.com.br/brasil/bolsonarocontrata-professor-de-economia-basica/

esse pessoal do Bolsonaro é muito sensível

eu lembro nos anos 70 ninguem podia criticar as cagadas do Geisel / Gordinho era rotulado de subversivo, perdia o emprego era chamado pra averiguação.

Vamo-pará-com-essa-veadagem-porra!!!

Alex conseguiu apanhar em tres frentes dessa vez:

i)Argumento de autoridade\conflito de interesse do emissor da mensagem
ii)A pseudo busca por justiça dos que querem igualdade pero no mucho
iii) A questão da RGPS e do desrespeito à constituição. Logo ele, tão cioso pelo respeito às regras do jogo

Pode pedir música no Fantástico! Seu cavalinho ta atolado em mais lama que o(s) nosso(s) (ex-)presidente(s)

"Alex conseguiu apanhar em tres frentes dessa vez:"

Só na Dimensão Z (de zurro), onde você vive...

Alex, acha que o multiplicador fiscal é negativo no Brasil? Se não acha, por que defende o ajuste fiscal se sabe que ele vai comtrair a atividade? Talvez porque imagine que no medio/longo prazos as coisas sejam piores sem o ajuste?

Abs
Carlos

A respeito da nova matriz economica algum intelectual de peso participou da construção dela,intelectuais como Mangabeira Unger?

Bolsonaro é um fenômeno : virou liberal em algumas semanas; eu levei décadas de estudo após ser dopado desde a infância - como todo brasileiro -pela cultura tribalista/socialista/cristã/estatista/nacionalista/distributivista ...

"Alex, acha que o multiplicador fiscal é negativo no Brasil? Se não acha, por que defende o ajuste fiscal se sabe que ele vai comtrair a atividade? Talvez porque imagine que no medio/longo prazos as coisas sejam piores sem o ajuste?"

1) Ajuste fiscal se tornou imposição da dinâmica de dívida; se não rolar, a dívida vai sair de controle;

2) A política fiscal contracionista pode ser compensada por política monetária mais frouxa, o que, aliás, vem acontecendo.

Alex, também ví o Elvis, estava na fila para receber da previdência. Me falou que também recebe bolsa família, bolsa previdenciário, bolsa etc. e tal porque é filiado do PT.