teste

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

A conversation

Perfect: Master Yoda! Have u been following my discussion about interest rates in the social media?




Y: Yes, my dear Padawan




P: Don't call me that, it sounds silly




Y: I know, young padawan




P: Anyways, I totally buy your theory relating interest rates to slavery (or lack of thereof); there can be no other explanation! Those neoclassical morons! They know shit, and yet are making fun of me all the time!




Y: Tomate hatred in your heart I sense, my pupil. beware of the dark neoclassical forces. they want you to respond, but do not! chill !




P: They insist on failed explanations, like risk, fiscal imprudence, subsidized credit, clogged channels, etc




Y: Listen my dear, stop the whining and please tell me your forecasts for inflation and gdp for 2018? You work for a bank, correct?




P: Yes, Master. I expect inflation to be 1% and growth -2% next year. It is the neoclassical economists' fault.




Y: Into the top 5 u shall not make, my padawan, with these projections




P: I DONT CARE




Y: Control your anger, u must.


P: I hate that indoctrinator, I cannot help it. Help me Master.


Y: He wants to seduce you to the dark side. He is also trying to tempt me with strange riddles. He wrote a note saying: "US also had a long period of slavery and yet interest rates are super low"


P: what does that mean, Master?


Y: It is unclear; I am conferring today with Masters Goldsmith and BLoser. Solve this mystery we ought.









Reações:

4 comentários:

Acredito que pior do dia nem foi escravidão e juros, mas sim corrupção como forma de combate a desigualdade, e combate a corrupção é complô dos países desenvolvidos contra os subs.

abs.

Esse Doutrinador é um pentelho que vai acabar com o Blog.

"Cumprindo uma de suas promessas de campanha, o presidente Trump tem cortado regulações num ritmo superior ao de Ronald Reagan, liberal que ficou conhecido também pela quantidade de burocracia criada na era Jimmy Carter que foi encerrada em seu governo.

O Competitive Enterprise Institute disse que Trump criou 58% a menos de grandes e custosas regulações do que seu antecessor Obama, e reduziu o Federal Register, um livro de regras do governo, em 32%. Já o American Action Forum afirmou que Trump economizou $560 milhões ao cortar regulações e seguir sua promessa de eliminar duas regulações antigas para cada nova criada.

Ambos os estudos analisaram o fim do primeiro ano fiscal. As metas de corte continuam ambiciosas, e um dos relatórios concluiu que a sanha desregulatória do governo Trump não parece estar diminuindo com o tempo. O foco da administração tem sido nas regras “significativas”, aquelas com impacto de $100 milhões ou mais.

O estudo também afirma que as grandes regras no radar à frente são as em menor quantidade num primeiro ano de mandato desde Bush. É um trabalho de formiguinha, invisível, cujo efeito costuma aparecer só depois, que não costuma dar manchetes de jornal, muito menos chamadas na CNN, mas que melhoram a vida do cidadão, reduzem o custo com a burocracia, e também a corrupção, já que criar dificuldades para vender facilidades ilegais é a marca registrada de toda burocracia.

Trump está de parabéns pelo esforço de desburocratização na América, uma bandeira que todo liberal deveria endossar. No Brasil, país da burocracia, precisamos urgentemente de alguém que tenha a coragem de enfrentar os grupos organizados de interesses e reduzir essa quantidade absurda de regulações. Quem será?"

http://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/trump-ja-esta-frente-de-reagan-em-corte-de-regulacao-algo-que-cnn-nao-vai-mostrar/

"Trump economizou $560 milhões"

Parabéns: isto tem um efeito de 0,003% no PIB...